Foi remanescente de Bonfinópolis de Minas. Surgiu de um retiro de gado, às margens do Córrego Espinho. Com a criação da Comissão do Vale do São Francisco (CVSF) em 1948 e sua instalação em 1952 com o objetivo de estabelecer um núcleo de colonização que recebeu o nome de Colônia Agropecuária do Paracatu (CAP), pertencente à SUVALE - Superintendência do Vale do São Francisco, hoje CODEVASF - Comissão do Vale do São Francisco. Com a chegada das famílias dos colonos que aqui vieram para trabalhar em seus lotes (atuais fazendas), e da religiosidade nascida da recitação do terço de um cruzeiro e a construção de uma pequena capela, onde, em 3 de maio de 1952, Frei Adolfo, pároco de João Pinheiro, acompanhado do Senhor Sinval, celebrou a primeira missa. A partir da construção da capela, deu-se início ao pequeno povoado denominado Forguilha do Espinho. Esse nome, conforme contam os antigos moradores, deve-se à grande quantidade de vegetação espinhosa aqui existente na época. A antiga Forguilha do Espinho, denominada de Vila Dom Bosco, foi elevada a Distrito em 8 de outubro de 1982. A instalação oficial do Distrito se deu em 16 de dezembro de 1984. A adoção do nome Dom Bosco e sua emancipação foi em 1995 (Lei 12.030, de 21 de dezembro de 1995).

Exibindo 7 de 7 Estabelecimentos

Contador:
Ordenar por:
Ordenar: